Oi tudo bem?
Este é um blog que já devia ter sido escrito faz tempo mas aqui em Africa agora é a época alta de safaris e fica difícil encontrar tempo para escrever.
No mês de Outubro eu fiz um safari privado de 3 noites no Kruger com uma familia muito legal. Nós ficamos alojados em Berg-en-dal que fica na parte sul do Kruger que é famosa por ter várias montanhas em redor.
Como saímos de Joanesburgo por volta das 08:00 da manhã só chegámos no Kruger ás 14:00, mesmo a tempo de fazermos o primeiro safari.
Saindo do alojamento nós decidimos começar com a estrada S110 que fica bem perto do alojamento porque só tínhamos cerca de 2 horas até os portões do parque fecharem ( a gente não quer ficar fechado dentro do parque e dormir dentro do carro!)
Neste mini safari de tarde encontramos várias vezes Elefantes e Rinocerontes que são “relativamente” fácil de encontrar aqui no sul do parque mas nada de felinos…

Jovem Elefante, Kruger, Africa do Sul
Jovem Elefante, Kruger, Africa do Sul
Jovem Elefante, Kruger, Africa do Sul
Jovem Elefante, Kruger, Africa do Sul

O plano para o dia seguinte foi sair bem cedo (05:30) para tirar partido das horas mais “frias”do dia antes de ficar muito calor e os animais se esconderem na sombra.
Desta vez a escolha de estrada foi a S114 que é uma estrada bem na fronteira sul do Kruger e corre ao longo do rio Crocodilo, um dos rios mais famosos do parque.
Geralmente as estradas junto aos rios são lugares bons para se procurar leopardo por terem arvores mais altas, sombra e por serem locais onde os herbívoros terem de ir para beber água.

Nós paramos varias vezes ao longo do caminho para fotografar varias famílias de Elefantes que estavam super ocupadas com o café da manhã antes de encontrarmos vários Abutres (Urubu) pousados nas arvores bem do lado da estrada o que geralmente significa que tem animal morto por perto.
Depois de inspeccionarmos mais atentamente, conseguimos encontrar os restos do que parecia uma impala mas já so mesmo os ossos e pele, nós decidimos ficar mais uns minutos para ver o que acontecia quando de repente os abutres que estavam no chão começaram a levantar voo de um jeito bem pouco elegante e para nossa surpresa a razão eram duas Hienas mas infelizmente para elas chegaram muito tarde à festa porque já não tinha mais nada para comer.
Estes Abutres não só atraíram as Hienas mas também outros veículos que vieram ver o que se passava, foi um desses veículos que nos disse que tinham visto uma Chita (Guepardo) sozinha a cerca de 9km de distancia.

Hiena, Kruger, Africa do Sul
Hiena, Kruger, Africa do Sul

Nós decidimos deixar os Abutres e continuar o nosso safari, e quem sabe encontrar aquela Chita, eu olhei para os km no meu carro para ter uma ideia da distancia de 9km onde a Chita foi vista.
Esta estrada ao longo do rio é muito cénica com arvores enormes e paisagens espetaculares… de repente a minha cliente fala Leopardo!!! Eu paro o carro, faço marcha ré e o animal que encontramos não é um Leopardo mas sim uma Chita parada num cupinzeiro mais parecendo uma estátua!!!
Quando parámos bem do lado ela (era uma fêmea) não se incomodou com a nossa presença mas estava um pouco agitada, como se estive procurando alguém.
Encontrar Chitas é um momento muito especial porque infelizmente os números deste elegante felino são super baixos, no Kruger só vivem cerca de 120 e os meus clientes já viram uma no primeiro safari da vida deles!!! (a mim demorou vários meses até eu ver a minha primeira chita).

Chita, Kruger, Africa do Sul
Chita, Kruger, Africa do Sul
Chita, Kruger, Africa do Sul
Chita, Kruger, Africa do Sul
Chita, Kruger, Africa do Sul
Chita, Kruger, Africa do Sul

Depois de cerca de 10 minutos incríveis com esta Chita ela resolveu atravessar a estrada e desapareceu no mato denso talvez continuando á procura de outra Chita.
Continuando o nosso safari encontramos vários Elefantes, Babuinos, Búfalos e Girafas antes de pararmos em Skukuza para almoçar.
Skukuza é o campo de repouso mais movimentado no parque porque toda a administração do parque se encontrar aqui fazendo com que por vezes seja difícil encontrar mesa nos restaurantes mas a paisagem sobre o rio é lindíssima.
Da parte da tarde fizemos a estrada Malelane/Skukuza de volta ao nosso alojamento na qual encontrámos Hipopótamos a relaxar no rio, varias águias, macacos vervet, Elefantes, Impalas, Kudus e outros.

No nosso ultimo dia inteiro no Kruger conseguimos finalmente encontrar Leões logo pela manhã patrulhando a estrada á procura de presa fácil mas os grandes protagonistas do dia voltaram a ser as…Chitas!!!
Por incrível que pareça voltamos a encontrar Chitas, desta vez 3 jovens, possivelmente irmãos (Chitas gostam de formar alianças quando jovens).
Quando chegamos ao local já se encontravam várias carros estacionados a espera de acção mas como já estava muito calor (+/-35 graus) as Chitas estavam a descansar debaixo de uma arvore.
A cerca de 200 metros estava um grupo enorme de impalas a comer capim tranquilamente sem notarem que as Chitas estavam por perto. Instinto é um sentimento muito forte e apesar do calor uma das Chitas levantou se e tentou se aproximar das impalas mas com pouca sorte, as impalas aperceberam se do perigo e fugiram em todas as direcções e a Chita voltou se a deitar na sombra e nós decidimos continuar o safari de volta ao nosso alojamento.
Como hoje era o ultimo dia inteiro do safari e na tínhamos visto 4 dos BIG5 a ultima esperança era de ver o Leopardo amanhã de manhã antes de sairmos do parque.

Babuino, Kruger, Africa do Sul
Babuino, Kruger, Africa do Sul
Bufalo, Kruger, Africa do Sul
Bufalo, Kruger, Africa do Sul
Steenbuck, Kruger, Africa do Sul
Steenbuck, Kruger, Africa do Sul
Avestruz, Kruger, Africa do Sul
Avestruz, Kruger, Africa do Sul

 

Para aumentar a nossas chances de ver aquele que é o animal mais difícil de encontrar dos BIG5 nós saímos bem cedo do alojamento já com as malas no carro e começamos o safari na estrada S112 porque o objectivo era sair pela Paul Kruger Gate.
A caminho da saída encontramos, Elefantes, Rinocerontes, Bufalos, Zebras & Girafas mas nada de Leopardo, eu costumo dizer para os meus clientes que o safari só acaba quando a gente sair do parque e que até la tudo pode acontecer mas eu desta vez não quis dizer nada porque eu sei que encontrar Leopardo é difícil. Quando estávamos a cerca de 4 km da saída do Parque eu notei vários carros parados no lado da estrada e resolvi inspeccionar, e para nossa surpresa bem do lado de um dos carros estava um Leopardo!!!
Era uma fêmea e estava super relaxada com os carros, quando atravessou a estrada para o nosso lado vi que tinha um corte grande na cauda, talvez devido a uma briga ou mesmo durante uma caçada.
Ela ficou durante vários minutos bem do lado do nosso carro olhando para o horizonte e se rebolando no capim verde antes de desaparecer como que por magia.
Eu olhei para os meus clientes e vi na cara deles que finalmente eles realizaram um sonho de infância e agora sim podíamos sair do parque e começar a nossa jornada de volta a Joanesburgo. Mais uma vez fica provado que nada é garantido na savana africana, mas para aqueles que tem paciência e mente aberta, encontros incríveis com vida selvagem podem acontecer a qualquer momento.

Leopardo, Kruger, Africa do Sul
Leopardo, Kruger, Africa do Sul
Leopardo, Kruger, Africa do Sul
Leopardo, Kruger, Africa do Sul

 



Até a próxima

Alex Freire

Meus Links:

Website
Facebook
Instagram

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.